Complexo da GM em São Caetano do Sul completa 85 anos

O complexo industrial da GM em São Caetano do Sul completa nesta quarta-feira, dia 12 de agosto, 85 anos como a mais longeva do setor no país. A fábrica inaugurou recentemente um dos mais modernos centros logísticos de recebimento e sequenciamento de materiais do mundo e agora se prepara para receber novos investimentos. Até o fim do ano, a unidade inicia a produção de veículos Chevrolet com tecnologias inovadoras que ampliarão a integração entre motorista, smartphone e o carro de uma forma sem precedentes em produtos nacionais.

F150

No mês passado, a GM anunciou que está dobrando para R$ 13 bilhões seus investimentos no país entre o período de 2014 a 2019 com o objetivo de continuar a renovação de sua linha de automóveis com foco em conectividade, segurança, eficiência energética e valor atraente. Parte desses investimentos vai contemplar a unidade de São Caetano do Sul.

F275

“A história da fábrica de São Caetano do Sul está profundamente ligada à trajetória de nove décadas da GM no Brasil. A sede da empresa no país foi e continuará sendo uma unidade estratégica para a companhia, graças ao apoio dos trabalhadores e da comunidade locais”, destaca Luiz Carlos Peres, vice-presidente de manufatura da GM da América do Sul. A unidade de São Caetano do Sul abriga também o centro tecnológico e o administrativo da empresa.

F1000

O complexo foi inaugurado em 1930. No início, montava apenas alguns poucos furgões por semana, isto devido a tecnologia disponível na época. Hoje, com mais de 290 mil m², a instalação tem capacidade produtiva superior a 50 carros por hora e faz cinco modelos Chevrolet: Cobalt, Spin, Cruze Sedã, Cruze Hatch e Montana. Maquinários robotizados de última geração ajudam a garantir os níveis globais de qualidade exigidos pelo mercado.

F700

O primeiro automóvel de passeio nacional produzido em São Caetano do Sul foi um Opala quatro portas ano 1968. De lá para cá, mais de 6 milhões de veículos foram feitos no complexo industrial, que passou por diversas expansões para poder acompanhar o processo de ampliação e modernização da linha Chevrolet no país. Vários outros ícones da indústria automobilística nacional saíram desta fábrica, como o Monza, o Vectra e o Omega -carros que marcaram época pelo seu pioneirismo e inovação.

Sobre o autor: Renato Maia

 

Jornalista, Renato Maia é apaixonado por carros e tecnologia. Nascido no ABC paulista, ele respirou o ar das grandes montadoras que atuam na região, como Volkswagen, Chevrolet, Ford e Mercedes, que fazia o garoto de São Bernardo se encantar por automóveis. Logo a vontade de juntar o jornalismo e carros foram se aproximando, e em 2011 ele criou o Falando de Carro.

 

Últimas notícias sobre Chevrolet

 
 

Add a comment

required

required

optional


 
 
Image and video hosting by TinyPic
 
 

Vídeos

 
 
 
 

Últimas Avaliações