Jetta nacional começa a ser vendido por R$ 74.730

Jetta nacional

A Volkswagen deu início nesta semana a produção do Jetta na planta Anchieta em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. Apenas montado na versão Comfortline, o modelo será vendido por R$ 74.730, cerca de R$ 740 mais caro que a versão importada do México.

Ao contrário do que todos imaginavam, o Jetta era pra custar menos, já que não haveria impostos de importação, o que inclui o frete. Mas devido a alta do dólar ou a atualização da fabrica para receber o sedan, a VW aumentou o preço. Entretanto, nada mais justo que manter os valores já praticados quanto importado do México.

Mecanicamente nada muda, o Jetta nacional segue com motor 2.0 de 8 válvulas Total Flex com até 120 cavalos de potência 18,4 kgfm de torque máximo, sempre quando abastecido com etanol. A transmissão é somente automática de seis velocidades.

Já a versão de entrada (Trendline) e a topo de linha (Highline) continuam sendo importadas. A versão mais simples parte de R$ 70.690 (aumento de R$ 700) e a topo de linha sai por R$ 94.930 (aumento de R$ 940).

Com relação do motor 1.4 TFSI Flex de 150 cavalos a VW permanece muda, mas acredita-se que o modelo será equipado com este motor logo após a o lançamento do Golf com esse propulsor em meados de setembro.

Sobre o autor: Renato Maia

 

Jornalista, Renato Maia é apaixonado por carros e tecnologia. Nascido no ABC paulista, ele respirou o ar das grandes montadoras que atuam na região, como Volkswagen, Chevrolet, Ford e Mercedes, que fazia o garoto de São Bernardo se encantar por automóveis. Logo a vontade de juntar o jornalismo e carros foram se aproximando, e em 2011 ele criou o Falando de Carro.

 

Últimas notícias sobre volkswagen

 

1 Comment

 

Add a comment

required

required

optional


 
 
Image and video hosting by TinyPic
 
 

Vídeos

 
 
 
 

Últimas Avaliações