Super Monaco GP | Comet

D2-CometLá estava você, com 10 ou 12 anos talvez, começando num jogo super “realista” (na época era o melhor), e lhe davam uma vaga na Minarae, então começava a temporada, o problema é quem sem experiência nenhuma de pilotagem e sem memorizar os traçados, acabava perdendo os desafios e logo sua equipe se cansava. Então RUA!
O jovem piloto de Fórmula 1 então era contratado por uma equipe ainda menor, o que não ajudava em nada, mas pelo menos era alguma coisa, e as vezes acabava indo parar na Comet! Pela imagem acima da pra ter uma noção do que era a Coloni: 1 chefe de equipe otimista, 3 mecânicos, um aerofólio e uma poça de óleo no chão, indicando que o ambiente ali seria diferente. Quanto maior a equipe, mais pessoas e mais peças eram exibidas, as vezes tinha até uma modelo e nada de poça de óleo.
D2-Comet-1

O gráfico de desempenho animava ainda menos, mas era possível sim ser feliz na Comet, com mais experiência era possível tirar no braço, ótimos resultados. A Scuderia Coloni era a base para este carro, e o piloto JJ Lehto era a inspiração para o virtual E. Tornio. Bons tempos.
Confira a releitura do Falando de Carro para este carro que nem era tão bonito assim no game para Mega Drive, mas que ficou fantástico com o design dos carros atuais.

Comet---Coloni

Sobre o autor: Cristiano Vieira

 

Designer de Produtos formado pelas Belas Artes-SP, Cristiano Vieira estudou mecânica de automóveis no SENAI e trabalhou como mecânico certificado pela ASE como especialista em freios e suspensão. Participou do projeto gráfico do carro e macacões de pilotos da equipe de F1 Virgin Racing em 2010. Leitor do Falando de Carro desde 2012 e colunista desde 2013.

 

Últimas notícias sobre Formula 1

 
 

Add a comment

required

required

optional


 
 
Image and video hosting by TinyPic
 
 

Vídeos

 
 
 
 

Últimas Avaliações